Composição musical, feita sobre a fada do livro “A fada que colecionava manhãs”

o professor e músico Ademir Homrich, apresentou uma composição musical, feita sobre a fada do livro “A fada que colecionava manhãs”, de Marô Barbieri.

O livro A Fada que Colecionava Manhãs, de Marô Barbieri

O livro A Fada que Colecionava Manhãs, de Marô Barbieri

Durante todo ano de 2012, professores das escolas municipais de Canoas, coordenados pela SMED, encontraram-se mensalmente para compartilhar experiência e vivências na área da literatura. No último encontro, o professor e músico Ademir Homrich, apresentou uma composição musical, feita sobre a fada do livro “A fada que colecionava manhãs”, de Marô Barbieri.
Veja como foi o “lançamento/ensaio” da música, na oficina!

 

Marô Barbieri participará do Projeto “Tecendo histórias, traçando ideias”

Uma ilustração do livro “A bolinha que não rolava” integrará a exposição itinerante que percorrerá várias escolas municipais de Porto Alegre.

A bolinha que não rolava

Marô Barbieri irá participar como escritora e ilustradora, do Projeto “Tecendo histórias, traçando ideias”, uma iniciativa da 1a Coordenadoria Regional de Educação em parceria com a Associação de Escritores e Ilustradores de LIJ  (AEI-LIJ). Uma ilustração do livro “A bolinha que não rolava” integrará a exposição itinerante que percorrerá várias escolas municipais de Porto Alegre.

Projeto “Gente que Lê” emociona escritora Valesca de Assis

A escritora Valesca de Assis foi a convidada especial do programa Gente que Lê para apreciar os trabalhos dos alunos da EMEF Residencial Figueira. Acompanhada da secretária de Educação, Antônia Sanguiné, e da coordenadora do programa, a escritora Marô Barbieri, Valesca pôde acompanhar a imaginação das crianças ao interpretarem suas obras.

Image

“Estou maravilhada. Cada aluno interpreta a obra à sua maneira. Eles dão vida aos meus personagens. Os professores e os alunos estão de parabéns. É o melhor projeto de leitura que já acompanhei no Estado”, ressalta. Ao mesmo tempo, Marô Barbieri, entonava uma cantiga de roda de um de seus livros com os alunos. Todos conheciam. Foi uma verdadeira interação. Todos cantavam e a acompanhavam numa coreografia estranha aos olhos de quem não fazia parte do ciclo de leituras.

De acordo com a secretária de Educação, Antônia Sanguiné, os livros são adquiridos pela Secretaria de Educação no início do ano e repassados às escolas, que programam a leitura como trabalho em sala de aula. Após feita a leitura e estimulada a interpretação dos alunos, o autor é convidado a participar desta interação. “Com isso, a leitura torna-se dinâmica e há uma aproximação do autor com os alunos, desmitificando mundos diferentes”, explica.

Image

Valesca é natural de Santa Cruz do Sul. Professora de História especializada em Ciências da Educação. Ministra oficinas com ênfase no desbloqueio para a escrita criativa, tanto intensivas quanto extensivas. Estreou como escritora em 1990, com a publicação de A valsa da medusa.

via: http://www.viamao.rs.gov.br/ensino/gente-que-le-emociona-escritora-valesca-de-assis/attachment/gente-que-le-emociona-escritora-valesca-de-assis-2

Homenagem para Marô Barbieri: Escola Presidente Vargas

Encontrei uma linda homenagem, feita pelas professoras da biblioteca da Escola Presidente Vargas, em Porto Alegre. Vejam clicando aqui.

Marô Barbieri em Cachoeirinha

Nos dias 20 e 21 de agosto, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Getúlio Vargas, de Cachoeirinha, recebeu a escritora gaúcha Marô Barbieri para discutir as temáticas abordadas em suas obras. O encontro, que é gratuito, é uma promoção do Sistema Fecomércio-RS/ Sesc, por meio do projeto Sesc Mais Leitura, que tem como objetivo incentivar o hábito da leitura, impulsionado a  democratização da literatura e a formação de novos leitores.

Marô Barbieri conta histórias às crianças de Nova Petrópolis

Alunos da Educação Infantil ao 5º ano interagiram com a autora

Alunos da Educação Infantil ao 5º ano interagiram com a autora

Alunos da Educação Infantil ao 5º ano interagiram com a autora

 

Nos dias 18 e 19 de outubro, diversos alunos da Educação Infantil ao 5º ano de Nova Petrópolis desfrutaram de momentos encantados com a autora Marô Barbieri. A escritora e contadora de histórias, que veio a Nova Petrópolis através do projeto Autor nas Escolas, conversou com os pequenos e dividiu com eles algumas de suas histórias. Marô interagiu com os alunos das escolas Augusto Guilherme Gaedicke, Bom Pastor, 1º de Maio, Piá, Pedro Beck Filho e São José.

A autora falou sobre o início da sua vida como escritora e contou a história da Tinoca Minhoca, uma das personagens de seus livros. O pequeno estudante da escola 1º de Maio Gustavo Samuel dos Santos, de 9 anos, adorou a história. “Gostei muito da Minhoca Tinoca, bem engraçada. Ri bastante da forma que a autora contou a história”, disse. Após, Marô interagiu com as crianças através de um jogo de perguntas e respostas sobre os seus livros. “Gostei das perguntas e do jogo em si. Como lemos os livros, ficou fácil de responder”, disse a estudante da escola 1º de Maio, Perla Yara Wartha, de 10 anos.

Para receber a escritora nas escolas, os alunos leram diversas de suas obras, como “Tinoca Minhoca”, “Afonso e Vanderlei”, “A princesinha que não sabia chorar”, “A fada que colecionava manhãs”, “Pestilóide e o sumiço da chuva”, “A bolinha que não rolava” e “O baile das portas”. “Fiquei encantada com a receptividade dos alunos de Nova Petrópolis. São atenciosos e, pelo que pude perceber, bons leitores”, disse Marô.

Literatura comentada
A autora também participou da sexta edição da Literatura Comentada, promovida pela Biblioteca Pública Municipal Profª Elsa Hofstätter da Silva. O encontro, que aconteceu no colégio Frederico Michaelsen, trouxe a temática da literatura infantil e infanto-juvenil, através de oficinas ministradas pela autora.

Além de Marô Barbieri, o município ainda receberá personalidades importantes da literatura, como Christina Dias, Uili Bergamin e David Coimbra. Diversos autores já vieram a Nova Petrópolis nesse ano, como Michelle Iacocca, Júlio Emílio Braz, Léia Cassol, Gládis Barcellos, Sandra Zeni Carli, Jorge Furtado, Valesca de Assis e Hermes Bernardi Júnior. O ciclo 2011 do projeto será finalizado com o premiado escritor de livros infanto-juvenis Pedro Bandeira, no dia 7 de novembro. O “Autor nas Escolas” integra o projeto Nova Petrópolis Cidade Leitora e conta com o apoio do programa “A União Faz a Vida”.

via http://www.redesul.com.br/noticias/show/noticia/22945-maro-barbieri-conta-historias-as-criancas-de-nova-petropolis