Novos desafios para Marô Barbieri em 2013

O ano começa cheio de projetos e de novos desafios para Marô Barbieri. CIRANDAS DE VILLA LOBOS – REINVENÇÕES se prepara para viajar pelo RS e até para alçar voos mais longos pelo Brasil!

Vale a pena conhecer este livro, atividade multiartística da qual participo, junto com Olinda Alessandrini e Clara Pechansky!

cirandas de villa lobos

Para comprar o livro Cirandas de Villa-Lobos – Reinvenções, acesse o link da loja virtual do Studio Clio

Anúncios

Lançamento do livro “Cirandas de Villa Lobos – Reinvenções

Cirandas – cantigas de roda, infantis, ingênuas e delicadas? Não na concepção de Villa-Lobos, que em sua série “Cirandas” transforma as cantilenas em peças musicais de forte apelo dramático.

Lançamento dia 23 de novembro, segunda-feira, às 19h30 no Studio Clio, Porto Alegre

Em um trabalho pioneiro, reúnem-se a escritora Marô Barbieri, a artista plástica Clara Pechansky, e a pianista Olinda Allessandrini, que reinventam os “Cirandramas” criados por Villa-Lobos, mantendo o mesmo senso estético que norteou o compositor. O grupo lança, no StudioClio, o livro “Cirandas de Villa-Lobos – Reinvenções”, peça inspirada no legado de Villa-Lobos e composta por ilustrações, minicontos e CD da obra musical.Cirandas – cantigas de roda, infantis, ingênuas e delicadas? Não na concepção de Villa-Lobos, que em sua série “Cirandas” transforma as cantilenas em peça

Homenagem para Marô Barbieri: Escola Presidente Vargas

Encontrei uma linda homenagem, feita pelas professoras da biblioteca da Escola Presidente Vargas, em Porto Alegre. Vejam clicando aqui.

Marô Barbieri conta histórias na creche Gente Miúda

Para comemorar o início do mês da criança, a Escola Municipal de Educação Infantil Gente Miúda realizará uma hora do conto com a professora e escritora Marô Barbieri, no dia 27 de setembro, às 14h30min, na escola.

O objetivo do trabalho é aproximar as crianças dos livros e mostrar que diversão não se faz apenas com brinquedos. Os alunos representarão uma das obras da autora. O livro escolhido para o trabalho foi “A fada que colecionava manhãs”, lançado em 2010. Em textos poéticos, o livro conta a história de uma fada que se encantou pelas manhãs.
A contadora de histórias Marô Barbieri reside em Porto Alegre e é natural de Bento Gonçalves. Ela já foi presidente da Associação Gaúcha dos Escritores (Ages) por três gestões, patrona de feiras do livro em 15 cidades gaúchas e lançou mais de 20 livros de temática infantil e infanto-juvenil, além de ter participado de diversas antologias. (VBR)

via http://www.jornalibia.com.br/pagina.php?cont=materia&categ=1&secao=80&id=6772

VIAMÃO lê!

Já estão na mão dos jovens leitores os dois livros editados pelo projeto LIVROS NA MÃO, criado por Marô Barbieri em parceria com a Prefeitura de VIAMÃO através da Secretaria Municipal da Educação .

Os escritores CAIO RITER e MARÔ BARBIERI produziram textos originais, ambientados na cidade de Viamão, utilizando dados de pesquisa sobre material folclórico e histórico da cidade.

Capa do livro ‘O segredo da fonte’, de Marô Barbieri

“O SEGREDO DA FONTE” reconta para as crianças de 1º ao 5º ano a história sensível e emocionante da escrava Ignácia, na FONTE DA PACIÊNCIA.

Capa do livro ‘Cinco enigmans, um tesouro’, de Caio Riter

“CINCO ENIGMAS E UM TESOURO” – feito para jovens do 6º ao 9º ano – percorre caminhos escondidos e desvenda segredos através da cidade.

Embarque com a gente nesta viagem de fantasia e encantamento construída pela beleza da palavra e pelo poder da imaginação!

Oficinas de Literatura Infantil em São Paulo

Marô esteve em São Paulo, a convite da Editora Vieira &Lent (que edita o seu livro “Nada como ter classe”) , fazendo oficinas de literatura infantil com alunos do primeiro ao quarto anos do Ensino Fundamental  no CEO JAGUARÉ , um  dos grandes centros educacionais que atendem crianças carentes, oferecendo atividades durante o dia inteiro. É um esforço do poder público para afastar crianças e jovens das ruas.

A biblioteca onde o trabalho foi realizado é ampla e convidativa, fica no primeiro andar de um prédio envidraçado, iluminado e confortável. E está repleta de estantes cheias de livros, mesas para leitura, teatro de fantoches, espaço para contação de histórias.

Aliás, tem até uma particularidade: nesta escola, quem se comporta mal NÃO PODE ir à biblioteca!

As bibliotecárias Daniela e Rose receberam a escritora de braços abertos e acompanharam as atividades com cada uma das turmas. Conversou-se sobre a importância da leitura e da literatura na vida dos alunos e sobre a necessidade da formação de mediadores para que os textos literários cheguem ao público leitor de uma forma agradável e produtiva.

Marô Barbieri conta histórias às crianças de Nova Petrópolis

Alunos da Educação Infantil ao 5º ano interagiram com a autora

Alunos da Educação Infantil ao 5º ano interagiram com a autora

Alunos da Educação Infantil ao 5º ano interagiram com a autora

 

Nos dias 18 e 19 de outubro, diversos alunos da Educação Infantil ao 5º ano de Nova Petrópolis desfrutaram de momentos encantados com a autora Marô Barbieri. A escritora e contadora de histórias, que veio a Nova Petrópolis através do projeto Autor nas Escolas, conversou com os pequenos e dividiu com eles algumas de suas histórias. Marô interagiu com os alunos das escolas Augusto Guilherme Gaedicke, Bom Pastor, 1º de Maio, Piá, Pedro Beck Filho e São José.

A autora falou sobre o início da sua vida como escritora e contou a história da Tinoca Minhoca, uma das personagens de seus livros. O pequeno estudante da escola 1º de Maio Gustavo Samuel dos Santos, de 9 anos, adorou a história. “Gostei muito da Minhoca Tinoca, bem engraçada. Ri bastante da forma que a autora contou a história”, disse. Após, Marô interagiu com as crianças através de um jogo de perguntas e respostas sobre os seus livros. “Gostei das perguntas e do jogo em si. Como lemos os livros, ficou fácil de responder”, disse a estudante da escola 1º de Maio, Perla Yara Wartha, de 10 anos.

Para receber a escritora nas escolas, os alunos leram diversas de suas obras, como “Tinoca Minhoca”, “Afonso e Vanderlei”, “A princesinha que não sabia chorar”, “A fada que colecionava manhãs”, “Pestilóide e o sumiço da chuva”, “A bolinha que não rolava” e “O baile das portas”. “Fiquei encantada com a receptividade dos alunos de Nova Petrópolis. São atenciosos e, pelo que pude perceber, bons leitores”, disse Marô.

Literatura comentada
A autora também participou da sexta edição da Literatura Comentada, promovida pela Biblioteca Pública Municipal Profª Elsa Hofstätter da Silva. O encontro, que aconteceu no colégio Frederico Michaelsen, trouxe a temática da literatura infantil e infanto-juvenil, através de oficinas ministradas pela autora.

Além de Marô Barbieri, o município ainda receberá personalidades importantes da literatura, como Christina Dias, Uili Bergamin e David Coimbra. Diversos autores já vieram a Nova Petrópolis nesse ano, como Michelle Iacocca, Júlio Emílio Braz, Léia Cassol, Gládis Barcellos, Sandra Zeni Carli, Jorge Furtado, Valesca de Assis e Hermes Bernardi Júnior. O ciclo 2011 do projeto será finalizado com o premiado escritor de livros infanto-juvenis Pedro Bandeira, no dia 7 de novembro. O “Autor nas Escolas” integra o projeto Nova Petrópolis Cidade Leitora e conta com o apoio do programa “A União Faz a Vida”.

via http://www.redesul.com.br/noticias/show/noticia/22945-maro-barbieri-conta-historias-as-criancas-de-nova-petropolis